Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

terça-feira, 30 de maio de 2017

BOMBAS ATÔMICAS

HELIO FERNANDES

Começo dando os parabéns ao general Etchegoyen, por desenterrar esse assunto importantíssimo. Conhecido mundialmente, como "Tratado de não proliferação de armas atômicas", é uma usurpação do direito dos países de tomarem suas próprias decisões. E a discriminação e consagração da desigualdade entre os países.

Escrevi muito a respeito dessa imposição discriminação que se abateu sobre países com presidentes "compreensivos", como o Brasil de FHC. Em 1998 ele assinou o Tratado subserviente, que restringiu essas armas destruidoras apenas a 27 países, ou seja, unicamente aos que já tinham esses maquinas de destruição. A fala do general pode ser complementada por ele mesmo, por convicção pessoal e pelo cargo que ocupa.

Logicamente sou contra essas armas nucleares, é como se chamam hoje. Deviam eliminar todas. Uma única restrição: FHC não cometeu um ERRO. É preciso completar: CLAMOROSO, VERGONHOSO,  TENEBROSO,CRIMINOSO

O DESMEMORIADO GUIDO MANTEGA

Acontece tudo no Brasil. E com a maior simplicidade. Ministro do Planejamento, presidente do BNDES, Ministro da Fazenda por 9 anos, esqueceu do usual. Abriu uma conta no exterior UNICAMENTE (palavra usada na confissão) para um deposito de 600 dólares. E esqueceu que devia declarar á Receita Federal.

Agora, anos depois, lembrou e tornou publico o fato. E com uma justificativa: "Era herança de um imóvel, deixado pelo pai". Vendeu, era um direito seu. Mas o que  seria perfeitamente normal na época, hoje não convence ninguém. Surpreendente, nunca ouvi acusação a ele. Quando foi publicado que deixaria o ministério, li o seu comentário: "Terei que voltar a ser professor em SP". Disse isso como prova de que  precisava  trabalhar para se manter.

OS FARSANTES MAIA E MEIRELLES

Nenhuma surpresa. O primeiro é de família. O segundo é de trajetória. Do presidente da Câmara: "Em poucas semanas retomaremos a discussão sobre reforma da Previdência". Estão tratando do  assunto ha 1 ano, agora nem sabem o que acontecerá amanhã, está otimista para semanas.

O Ministro da Fazenda é um falastrão, ninguém confia nele. Declaração de hoje: "A expectativa é de um resultado muito positivo para o PIB, no primeiro trimestre deste 2017". Não esquecer: Temer conheceu Meirelles, quando este era presidente do Conselho de Administração da JBS, intimo dos irmãos Batista.

O ENGANADOR MEIRELLES

Às 11,45 falou sobre o "positivo" PIB do primeiro trimestre. Não ficou satisfeito, voltou a falar ás 12,50. Dessa vez ainda mais estarrecedoramente. Textual nas televisões: "Temer governará até 2018, o povo sabe que ele fará as reformas imprescindíveis". Nenhuma palavra verdadeira, apenas a mentira sempre repetida.

TEMER ACREDITA MESMO

Exatamente ás 15 horas, repete a bazofia, que palavra, do seu ministro da Fazenda. Textual: "Vou ficar no governo até 2018, duração  do meu mandato". Duas tolices. 1-Não tem mandato nem tempo determinado. 2-Não ha uma possibilidade em 1 milhão de chegar a 2018.

Pouco antes, recebeu a comunicação: Serraglio acabara de tomar posse, reassumido o mandato na Câmara. Com isso, Rocha Loures, seu amigo de "boa índole" perdeu o foro privilegiado, e está conversando sobre delação. O que não é bom para o presidente indireto.

TEMER SERÁ OUVIDO NO SUPREMO

Apesar da arrogância dele e de Meirelles, no Planalto e no Jaburu, só chegam péssimas noticias. Pouco antes das 16 horas, uma tremenda explosão: o ministro Edson Fachin determinou que Temer preste depoimento no Supremo

A notícia chegou ao Planalto, e na linha da arrogância, Temer recebeu a comunicação: "Fique tranquilo, o senhor não irá depor". Pior ainda: Temer irá depor na Policia Federal. A não ser que o novo Ministro da Justiça decida o contrario. Para isso ele foi nomeado.

CRACOLANDIA-DORIALANDIA

Um desembargador proibiu a remoção compulsória e obrigatória dos dependentes. O prefeito recorreu. Agora, o Tribunal de Justiça, coletivamente, confirmou a decisão do desembargador. Mas com dados e números irrespondíveis, que não suportam polêmica. E sim analise desinteressada.

1- O Centro de Recuperação tem 240 lugares. E deve receber 600 dependentes.

2-O pessoal é reduzido, e os espaços inadequados.

3-Não existem camas, banheiros, privadas para os que já estão lá. 

4- Nem enfermeiras, serviço até mesmo de psicólogos, psicanalistas, psiquiatras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário