Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Sergio Cabral e a mulher em Curitiba
 
HELIO FERNANDES
 
Total perda de tempo. È evidente que o ex-governador tem todo o direito de se defender, 
desvirtuando as acusações, depreciando os fatos, e tentando colocar a sua versão. Mas nos 
7 processos contra ele, é REU por 7 vezes, o que confirma seu comportamento ESTARRECEDOR 
quando era governador.
 
Começou confirmando o crime menor, "errei comprando jóias e roupas com dinheiro de caixa 2 e 
sobras de campanha, é sempre assim". Não elevou a voz, manteve o tom conciliador. 
Quando perguntado sobre a participação da mulher, foi veemente e disse alto: "Estou INDIGNADO
 (textual), ela não tem nada com isso". Todo o resto da roubalheira, negativa completa.
 Incluindo o projeto da refinaria de Comperj, destruiu uma cidade, prejudicou milhares de trabalhadores.
 
O depoimento da  mulher, esse então, de uma desfaçatez impressionante. Resumiu tudo numa frase,
 "meu relacionamento com o Sergio sempre foi matrimonial e não financeiro. Eu não sabia nada dos
 seus NEGOCIOS". O trabalho como governador, o enriquecimento ilícito e o espantoso, 
tudo foi traduzido como NEGOCIOS.
 
Perguntado sobre as jóias, respondeu: "Ele realmente me dava presentes CAROS, eu perguntava 
se comprara com DINHEIRO LEGITIMO, ele respondia que sim, eu ficava satisfeita". Respondeu 
também que “só se concentrava com o escritório". Sergio não está mais magro, como  disseram. 
DEPRIMIDO, basta olhar para ele, verificar a compreensível DEPRESSÃO. Com um futuro que 
permitia todas as estimativas mais positivas, trocou tudo por uma fortuna inimaginável,  
que não poderá nem localizar nem desfrutar.
 
A realidade indestrutível do ex-governador: 7 processos, 7 vezes REU, ninguém  consegue explicar
 a razão de não ter sido condenado nenhuma vez. A única esperança se chama Gilmar Mendes. 
Afinal, ele e Eike foram presos no mesmo dia. E um dos grandes corruptores do então governador, foi
 libertado: Eike Batista.
.
PALOCCI- BATOCHIO-MORO
 
O depoimento  do ex-Ministro, está provocando reviravolta e expectativa. Inicialmente se dizia 
que atingiria duramente o ex-presidente Lula. Como ele está precisando urgentemente de uma 
delação, disse textualmente ao juiz: "Se o senhor resolver me ouvir, vai ter trabalho para 1 ano, mas 
servirá ao país".
 
Mudaram então os rumos da DELAÇÃO de Palocci. Saiu o nome de Lula, entraram empresas 
e  personagens não diretamente envolvidos com a Lava-Jato, mas  altamente necessárias 
indiretamente, como bancos, corretoras de valores, negociadores de dólares, profissionais da Bolsa, 
em suma, o que chamam de mercado financeiro.
 
Só que agora os bastidores mudara um novamente sobre o depoimento do ex-ministro 
duas vezes, surgiu uma realidade, revelada oficialmente pelo personagem advogado, 
Roberto Batochio. Garantiu, "não defendo ninguém que faça delação". 
Confusão e contradição. Como o depoimento é no dia 5, não demora.
 
PESQUISA INÚTIL
 
Antes de comentar os números revelados para 2018, vamos citar um comentário escrito e falado
por Gabriel Garcia Marques: "Em qualquer disputa, politica-eleitoral ou esportiva, 
o segundo lugar é um fracasso total, não representa nada". Perfeito. Perdi de tempo ainda maior 
nos EUA, entre Trump e a ex- senadora e secretaria de Estado. Todos os órgãos de comunicação, 
sem exceção, davam para ela 99 por cento dos votos. E ele ganhou.
 
No Datafolha de agora, Lula aparece em PRIMEIRO lugar, qualquer que seja o adversário.
Se esses números valerem, o ex-presidente voltará ao Planalto. Pois ninguém sofreu um massacre 
midiático igual. Não importa que as acusações sejam falsas ou verdadeiras.
 
Derrota IRRECUPERÁVEL sofreu o PSDB. Principalmente, Aécio Neves, presidente do partido, 
senador, cujo mandato, aliás termina em 2018. È um drama insuspeitado  e  até agora ignorado. 
Não deverá ter legenda para presidente, nem votos para se reeleger. Como poucos candidatos 
conhecem Gabriel Garcia Marques, um grupo faz fila para ser segundo. Finalmente a pesquisa acertou
 onde não podia errar: a impopularidade COLETIVA do governo e PESSOAL de Temer, cada vez maior. Ele não renuncia, vai esperar a cassação.
 
Renan caminha para o ostracismo.
 
Não podendo ser reeleito como presidente do Senado, iludiu mais uma vez os colegas 
e o próprio Temer, foi feito líder do governo. Constatando que cometeram um erro, querem substituí-lo. 
Será difícil. Ele deveria ter sido CASSADO em 2007, quando cometeu crimes pelos quais 
ainda responde. Se tivesse sido cassado, perderia os direitos políticos por 8 anos, até 2015.
 
Como não havia eleição a não ser em 2018, tinha mais 3 anos para decidir, seria deputado ou 
senador. Foi "perdoado" continua senador, em 2018 ainda como senador, disputará a reeleição. 
E tem tanta certeza que uma  das duas vagas será sua, que já lançou sua candidatura novamente 
a presidente do senado em 2019. Disputará com Romero Jucá, outro cujo mandato termina agora. 
Mas segundo ele mesmo, com a viagem de volta a Brasília garantida. Com esses dados 
RIGOROSAMENTE VERDADEIROS como acreditar em renovação?
 
O DESEMPREGO CRESCE
 
Em fevereiro foram criados 35 mil empregos com carteira assinada. O governo fez um estardalhaço, 
"é a recuperação". Agora o respeitado IBGE, revela: "O desemprego passou dos 14 por cento, significa 
14 milhões e 200 mil  sem trabalho".
 
No mesmo momento, nos EUA publicam o numero dos desempregados: "4 por cento da 
força ativa, ou 6 milhões sem trabalho". A força ativa geralmente é calculada pela 
metade da população: 300 milhões nos EUA, 200 milhões no Brasil. vejam a desproporção 
do desemprego entre os dois países. E a mistificação personalizada pelo doutor 
ministro Meirelles.
 
AFETO, OPINIÃO, RECORDAÇÃO
 
Importante a reflexão de Graça Motta sobre o assunto. Ela coloca o afeto acima da opinião.
 
Eike no palacete habitual

Por artes, generosidades e subterfúgios de Gilmar Mendes, deixou Bangu 8. Falaram, ficará em prisão domiciliar. Um despropósito. Voltou para casa, quer dizer para o palácio real assombroso, com uma vista maravilhosa.

Seu advogado criminalista estrategista continua dizendo: "Não perca a
paciência. A devolução do seu passaporte não demora "O advogado não
aparece, mas não abandona os clientes.Principalmente um como Eike.


Nenhum comentário:

Postar um comentário