Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

terça-feira, 9 de maio de 2017

Gilmar- Eike-Supremo

HELIO FERNANDES

Com exceção da ditadura do Estado Novo, quando o Supremo ficou 8
Anos "aberto", para o ditador fingir que a Justiça era livre, o
Supremo de agora é o mais fragilizado. Nesses 8 anos, a subserviência
era coletiva, nenhum Ministro ousou contrariar a arbitrariedade.
E referendaram até a crueldade e a desumanidade,referendando a
extradição de Olga Benário (Prestes) diretamente para as câmeras  de
gás da Alemanha nazista, onde morreu.

Outros Supremos exibiram falhas e decisões equivocadas, por
divergências ou convicções ocasionais. Mas não com os exageros
ocorridos nos últimos anos .Nos bastidores, se discute o assunto, mas
ontem o Procurador Geral desvendou, desnudou, demonstrou, que o que
acontece de desmoralizante no Supremo, tem um nome e um
condômino:Gilmar Mendes.

APLAUSOS PARA JANOT

E pediu que Gilmar Mendes seja PROIBIDO (textual) de atuar em ações de
Eike Batista.

Essa decisão devia ter sido  efetivada no chamado caso do corrupto
Daniel Dantas. Foi libertado  duas vezes em decisão monocrática de
Gilmar. Depois de Daniel Dantas ter dito publica e vergonhosamente:
"Tenho medo da primeira instancia, lá em cima eu resolvo". Agora, para
favorecer Eike, Gilmar se utiliza e se aproveita das ligações profissionais
de sua mulher, a pessoa mais importante no escritório de Brasília  do
famozissimo advogado de Eike.

Numa "justificativa" precária e sem inteligência, Gilmar informa: "O
recurso de Eike nem foi apresentado pelo escritório  do seu advogado".
É a confissão da cumplicidade e da suspeita. Perguntinha
ingênua: contrata o causídico mais famoso e mais caro do país, e num
recurso fatal, utiliza um outro inteiramente desconhecido.

JOÃO DORIA
 
Assim que do nada, surgiu com prefeito da mais populosa cidade do
pais, e com o terceiro orçamento da Republica, fixei nele. E quando,
ainda antes da posse, afirmou, "não serei candidato á reeleição",
passou definitivamente a ser meu personagem. E nesses 4 meses e meio,
não fugiu do meu binóculo. E me fez lembrar de Nelson Rodrigues.
 
Na sua peça genial, "vestido de Noiva" (que lotou completamente o
belíssimo Municipal, em 1943)existe um personagem que me lembra Doria.
Nelson criou-o como "Homem inatual". Um dia num velório, ele se fixa
diante do caixão, e diz baixinho," homem morto, como fica".
 
Se insistir em ser presidenciável e na certa derrotado, alguém  dirá a
Doria, pessoalmente mas não tão baixinho: "Ex-prefeito derrotado, como
fica

PREVIDÊNCIA DESNECESSÁRIA, MAS TORPEMENTE VITORIOSA
 
Ha quase 1 ano, Temer e seus atônitos e desautorizados auxiliares,
repetem: "Sem reforma da Previdência, o pais não tem futuro nem
salvação". Mas vai fazendo tanta concessão, que o projeto original
está tão desfigurado, que prova que não era mesmo indispensável. E
apesar de tudo, Temer e Meirelles vivem se lamentando, deixando a
impressão, de que  serão derrotados na Câmara.
 
Impossível perder, a ordem agora, é votar até o fim de maio. como venho
dizendo desde o inicio. E dou números e explicações. Precisam apenas
de 308 votos. Se não chegarem a esse número, era melhor que Temer
renunciasse, antes de ser cassado. Pelo TSE ou Lava-Jato. Vão
protelando a votação, a palavra de ordem  agora, é votar até o fim de
maio.
 
Terão por tanto mais 20 dias. Mas para não deixarem impressão
derrotista, espalham: temos certos 313 ou 315 votos, podemos decidir
imediatamente. È possível que tenham mesmo esses votos
imprescindíveis.
 
O PANICO NO SENADO
 
Mas precisam ganhar tempo, para amordaçar ou amenizar 54 senadores.
Renan continua se movimentando, ninguém consegue paralisá-lo, apesar
das ordens de Temer para substituí-lo. No momento, podem ganhar na
Câmara. 
 
HOJE, DEPOIMENTO  DE LULA
 
Desde o dia 30, estava marcado para o dia 3 de maio. Por
circunstancias diversas,passou para o dia 10. O ex-presidente,
exercendo seu legitimo direito, recorreu para a Câmara (coletiva )de
Porto Alegre, instancia superior a Sergio Moro.Teve o pedido recusado.
O depoimento  será hoje, em Curitiba.

PS1 - O Instituto Lula, que funciona em um prédio no bairro do Ipiranga,
na zona sul da capital paulista, é investigado sob suspeita de lavagem
de dinheiro. Agora por ordem da Justiça do Distrito Federal terá que fechar
 as portas em três dias.  A determinação da suspensão das atividades
do Instituto Lula, sediado em São Paulo, foi assinada pelo juiz substituto
da 10ª Vara Federal, Ricardo Augusto Soares Leite, no último dia 5,
mas só foi publicada nesta terça-feira (9).  

PS2 – Uma coisa puxa outra. A decisão do juiz se dá no âmbito da ação
penal na qual o ex-presidente Lula, o ex-senador Delcídio do Amaral,
o banqueiro André Esteves e mais quatro pessoas respondem
por suposta tentativa de obstruir as investigações da Operação Lava Jato.
A denúncia se baseia no episódio no qual os acusados supostamente
teriam tentado evitar que o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras
Nestor Cerveró assinasse um acordo de delação premiada.

PS3 - O depoimento prestado pelo ex-presidente da construtora OAS
Léo Pinheiro ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba
é apontado como um dos fatores que pesaram contra o livre funcionamento
 do instituto do ex-presidente.  Em audiência realizada no último
dia 20 de abril, o empreiteiro relatou encontros com Lula em seu
instituto entre o fim de 2013 e o início de 2014 para tratar de detalhes
 sobre a reforma do tríplex no Edifício Solaris, no Guarujá – que é objeto
de outra ação penal da Lava Jato. 

PS4 – Esse repórter atento a todos os movimentos da Lava-Jato, e não por
acaso, nas publicações do G1, fez questão de dar a notícia aqui, ipsis literis.




Nenhum comentário:

Postar um comentário