Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 15 de maio de 2017

OS COVARDES QUE OLVIDARAM LULA, AGORA ACLAMAM O EX-PRESIDENTE. DEPOIMENTO FOI UM FESTIVAL, DO “NÃO SABIA DE NADA”. BOQUINHAS DO PT, ESTÃO ATÔNITOS E ÁVIDOS E ESPERANÇOSOS. SERÁ QUE LULA VOLTA? DILMA ROUSSEFF É ‘PERSONA NON GRATIA’, NO GRUPO DO LULA.

ROBERTO MONTEIRO PINHO

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no processo em que é acusado de receber como propina um triplex na cidade de Guarujá em São Paulo, serviu para alicerçar ainda, mais a sua eleição para presidente em 2018.

Há quem diga de ele ainda tem ressentimento quanto à postura da sua indicada a sucessão Dilma Rousseff, derrubada no impeachment quando ainda iniciativa seu segundo mandato. A prova dessa rejeição a Dilma, ficou patente quando da sua visita a Curitiba, tentando dar um afago em Lula. Dilma ficou no ostracismo, nem os petistas mais festivos, fizeram as honras que ela pretendia receber. Comenta-se que a ex-presidente é persona non gratia” no grupo do Lula.

Mas nem tudo “são flores”. O receio de Lula, é que existem facções no PT, que radicalizam em torno de Dilma e por isso, atrapalham as articulações necessárias para viabilizar sua candidatura e eleição. Segundo um prócer político e fonte desta coluna, “Lula tem manifestado insegurança quanto esse grupo”. Perguntado sobre o que achou da sua desenvoltura no depoimento, Lula disparou: “me deram a real possibilidade da minha eleição, desde já agradeço a gentileza”.

Nesse espetáculo jurídico que da Lava-jato, todos perdem, menos Lula, que cresce e muito. Valia-se que a sua popularidade tenha dobrado, ou seja, hoje Lula já teria mais da metade dos brasileiros ao seu lado.

A grande pergunta é: afinal quem é ou são os criminosos nessa Lava-jato, porque um triplex horroroso, mal localizado e de R$ 700 mil reais estaria no foco das investigações contra Lula, quando existem questões mais dilacerantes, que sem dúvida vai lá atrás, e guinda para o banco dos réus o ex-presidente FHC. São milhões, comprovados, roubados, desviados, propinados que envolvem 200 deputados e ex-deputados, prefeitos, senadores, e prefeitos. Um exército de criminosos, todos, sem exceção citados na Lava-jato.

Quanto ao depoimento, prefiro nem comentar. Começando que sou contra tamanha operação, que envolveram 2 mil policiais, 500 automóveis, caros de combate, armas, e até armas pesadas, nem a maratona de NY precisa de tanta parafernália assim. O custo imagina-se, bastante elevado, e aquele cenário do depoimento, sinceramente, me deixou perplexo e senti vergonha do nosso judiciário. Não que não tenha, mas pontualmente neste caso, piorou.
Um desses militantes da antiga, do tempo que eles eram chamados de “cabos eleitorais”, me encontrou no centro do Rio, e disparou, “Lula é o Mandela branco dos brasileiros”. Tinha desistido de votar nele, agora voto de coração!

Para fechar nossa conversa, estou com as atenções voltadas para o TSE. A chapa Dilma - Temer está no caldeirão. O vice está promovendo sua faxina executiva, encomenda pelo Banco Mundial, BIRD e os grupos econômicos internacionais. Faz o “jogo do Congresso”, até porque, ai eu cobro, o brasileiro é o povo mais sereno e pacato do universo. Pensem profundamente no que disse.

A informação é de que o corregedor-geral eleitoral, ministro Herman Benjamin, que é o relator da ação contra a chapa Dilma - Temer no TSE entregou há pouco aos demais magistrados do Tribunal uma versão atualizada do relatório final sobre o processo que apura suposto crime de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014.

A ação mofa na gaveta do TSE há dois anos e três meses e seu julgamento foi suspenso no último dia 4 de março. Além do relatório do ministro Herman Benjamin, também já foram entregues as alegações finais da ‘Coligação Muda Brasil’, do presidente Michel Temer e da ex-presidente Dilma Rousseff.

No documento da defesa, pede que os delatores João Santana, Mônica Moura e Marcelo Odebrecht sejam investigados e o processo seja arquivado. Julgado, caso a maioria dos ministros da Corte entenda que houve crime na campanha da chapa que elegeu Dilma e Temer em 2014, a petista ficará inelegível pelo prazo de oito anos e o peemedebista terá o mandato como presidente da República cassado.

OS COVARDES QUE OLVIDARAM LULA, AGORA O ACLAMAM. Os boquinhas do PT estão ávidos e esperançosos. Será que Lula volta?

Tudo indica, que sem um nome forte, limpo, habilidoso e fora dessa armadilha de Brasília, Lula será o novo presidente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário