Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Muita chuva com raios e trovões nos próximos dias...

FERNANDO CAMARA

A crise no Estado do Rio de Janeiro

Todos já sabem que o Estado do Rio de Janeiro vive a maior CRISE – sem saída – de sua história!

O governador Pezão, que sabia que herdaria o imbróglio, foi ao encontro do ministro da fazenda, Henrique Meirelles, pedindo uma intervenção, como faz um menino que procura ao pai quando acabou a sua mesada.

Ouviu de Meireles que será possível negociar e antecipar royalties futuros do petróleo. Gastará os royalties futuros. E quando chegar o futuro?  Quando é esse futuro? Semestre que vem? Ano que vem? Ou quando ele estiver fora do governo?

Estamos vivendo uma crise avassaladora, consequência de uma montanha de erros cometidos por servidores e políticos, e até agora ninguém pediu exoneração e ninguém foi exonerado. Ninguém assumiu nada; por muito menos a Dilma caiu, por muito menos o técnico de futebol do Fluminense, o Levir Cupi, foi demitido!

Cabral deu de presente à sua mulher um anel de R$ 800 mil, comprado com dinheiro doado por Cavendish e até hoje essa história se mantém incólume! Cidadãos cariocas doentes estão indo em caravana a São Paulo tratar suas feridas, por falta de médicos, hospitais e insumos. Até quando todo mundo vai fingir que não vê tudo isso?

CPI da Funai e do Incra

O deputado federal Alceu Moreira (PMDB/RS) foi eleito novamente no último dia 9, presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para dar continuidade às investigações sobre a Funai e o Incra. Para relator, foi indicado outra vez o deputado Nilson Leitão (PSDB-MT). Todos pertencem à Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA).

A comissão deve focar os trabalhos na apuração de denúncias sobre a destinação e o uso de recursos que deveriam ser aplicados na atenção às comunidades indígenas e quilombolas, principalmente na área de educação e saúde, e em fraudes detectadas em laudos de demarcação e ações de várias ONGs. Cerca de 800 mil índios vivem no Brasil e detêm 14% da área do território Nacional. Falta segurança jurídica para os índios e agricultores. E esse ponto é urgente.

Outro tema que a CPI deve continuar apurando são as mais de 500 mil irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em assentamentos do Incra.

Não é só uma gripe

Um país está doente quando um preso custa 13 vezes mais do que um estudante, número trazido na última semana pela presidente do STJ, Cármem Lúcia.

Já existem sinais evidentes de esgarçamento do tecido social em várias regiões do país, causado por anos de leniência, incompetência administrativa e muito roubo.

A sociedade só vai aderir às ideias do governo se sentir que ele está empenhando os mesmos esforços. Por isso, gastar R $ 600 mil reais para comemorar o centenário do samba não foi a melhor ideia. O povo, mais uma vez, não foi convidado para a festa, apenas para pagar a conta. Além disso, os gastos com cartões corporativos aumentaram e o povo continua sem saber a destinação do dinheiro dessa fonte.

Nada bom para um governo que pede austeridade, mas gasta como se não houvesse amanhã, ainda que R$ 600 mil não seja uma quantia significativa para um governo. Temer não tem escolha a não ser se comportar como a mulher de César, ou cair na armadilha que derrubou sua antecessora.

Colégio Eleitoral no Brasil

Nos EUA, há 150 anos, 51% de um Colégio Eleitoral, composto por 538 membros, elege o presidente do país, mesmo que tenha um número total de votos populares menor do que outro candidato concorrente (como aconteceu em cinco ocasiões, incluindo a última).

No Brasil, caso o ministro Herman Benjamin, relator do processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer atenda ao pleito do PSDB, o colegiado se reunirá para decidir. Colegiado esse composto por 81 senadores e 513 deputados, totalizando 594 membros, número bem maior do que o colegiado dos EUA. Você confia no nosso Colégio Eleitoral?

Mais uma Confederação – CONTIC

Três poderosas Federações – a FENINFRA, Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e de Informática, a FEBRATEL, Federação Brasileira de Telecomunicações e a FENAINFO, Federação Nacional das Empresas de Informática – se uniram para constituir uma nova e poderosa Confederação da Tecnologia da Informação e Comunicação.

Lava Jato no STF antes da delação da Odebrecht

Hoje, por conta da Lava Jato, o STF se ocupa de:
42 investigações
2 Ações Penais
110 investigados
13 senadores
29 deputados federais

A delação dos executivos da Odebrecht trará para o olho do furacão mais parlamentares, mas a surpresa será a volta ao foco de outras empreiteiras e seus executivos, em especial a Andrade Gutierres e a Camargo Correa, pondo em risco os acordos de leniência já assinados.

Odebrecht Vendeu
Como disse aqui, a Odebrecht concretizou a venda, para a WDP Dubai Port, de sua participação na Embraport, o maior terminal portuário em Santos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário