Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

O MINISTÉRIO DO TRABALHO, BEM QUE MERECE A CRISTIANE BRASIL

HELIO FERNANDES

Ela tem tudo para consolidar e referendar as modificações criminosas que o Temer corrupto aprovou, estraçalhando os direitos dos trabalhadores. Entregando-os sem defesa, ao domínio dos empregadores.

Acabaram com a legislação escrita, colocando no lugar, um "acordo" verbal  entre patrões e empregados.

Com indisfarçável domínio dos ávidos e ambiciosos patrões. Já vimos os primeiros resultados, com a Universidade Estácio e outras empresas, demitindo funcionários antigos e substituindo-os por outros mais novos e mais facilmente exploráveis.

O ministério do Trabalho, criado em 1932, está completando 86 anos de Inutilidade e desprezo, como é até hoje.Lindolfo Collor ficou de 1932 a 34, substituído por Salgado filho.Este em 1941 foi nomeado Ministro da Aeronáutica. Gaúcho, muito amigo de Vargas, não havia um militar para assumir. 

Ficou pouco tempo. Candidato a governador do Rio Grande do Sul, morreu num desastre de avião.

Entrou para um período rápido, Agamenon Magalhães, que fora ministro, e estava esperando para ser Interventor em Pernambuco. Foi e fez grande administração. Político habilissimo e extremamente correto.

Vargas adorava festas. Em 1940, no auge do "Estado Novo" deu uma para 200 pessoas, incluindo todos os Interventores. Em determinado momento, Agamenon se dirigiu a Vargas: "Presidente, eu queria lhe fazer um pedido", e silenciou.Vargas mandou ele continuar.

Pedido de Agamenon:"Presidente, eu queria que o senhor comprasse Fernando de Noronha, que deixaria  de ser estadual, passaria a  ser propriedade da União".

Vargas riu, perguntou a razão. Agamenon explicou que não tinha recursos,e para a União seria util.E nem pesaria no orçamento. Vargas chamou Souza Costa, (ministro da fazenda 13 anos), comunicou: "Ministro, o governador de Pernambuco me fez um pedido, que já aprovei. Ele vai procurá-lo amanhã, é questão urgente".

PS- Assim, Fernando de Noronha passou a ser da União. E no golpe de 64, aprisionou um governador de Pernambuco, Miguel Arraes. (Até ele fazer acordo e viajar, livre, para a Argélia, então ditadura comunista.Mas isso é outra historia) .

PS2- Cristiane Brasil não tem historia, nem conhece nada do que eu contei.
PS3- Como revelei ontem com exclusividade, Temer e Marun esperam que ela seja aprovada pelo plenário do STF, no fim do recesso.

PS4- Com o despenhadeiro de uma parte do STF, não duvido. 

O JULGAMENTO DO LULA

Começa hoje quarta, levará o dia todo. Nem se sabe se terminará hoje ou se só haverá decisão na quinta. Ontem, terça, grande movimentação em Porto Alegre. O principal personagem, o ex-Presidente Lula, chegou na segunda à noite bem tarde, passou toda a terça visitando os acampamentos.

A distância entre a rodoviária e os acampamentos é de 7 km. Na segunda já muita gente, e ontem, terça, havia uma multidão de vermelho. Mas a manifestação era também contra ele. Tanto que a prefeitura resolver estabelecer lugares bem distantes para os dois grupos. 

O ex-Presidente Lula vai assistir o julgamento de hoje, seus planos que se confirmaram, eram de deixar Porto Alegre, o mais tarde possível da terça. Todos contra ou a favor dele, consideraram que a decisão foi sensata, compreensiva e até sem hostilidade. 

Mesmo porque, como tenho dito aqui várias vezes, o julgamento de hoje não é definitivo e até 7 de outubro, dia da eleição, não exclui Lula de participante dos acontecimentos que levarão à eleição do final de 2018. O que acontecerá hoje, poderia ser mais um episódio da conturbada.e perturbada eleição.

As contradições são mais do que visíveis. Os supostos ou presumíveis candidatos, têm enorme rejeição. E não têm votos. Meirelles tem 1%, Temer 3%, Alckmin 4%, e vai por aí . Lula também tem veto alto, mas seu cociente  positivo, é o que assusta os que se julgam seus adversários.

Em vários Institutos, Lula aparece com 35% no primeiro turno, e na frente de todos, no segundo. Marina, Joaquim Barbosa, Alckmin, Meirelles, Temer, são meros coadjuvantes.

De qualquer maneira, para esse problema, temos quase 8 meses para examinar e comentar o que vai acontecer. No momento, o mais importante, pelo menos em duração, é o julgamento de hoje. Será longo e naturalmente cansativo. Como será transmitido pela internet e pela televisão, todos vão querer alongar e prorrogar o seu tempo. 

É muita gente a falar. A acusação, a defesa e os 3 Desembargadores que irão votar. Cada um destes 3, deve falar no mínimo 2 horas. Os advogados da acusação e da defesa terão uma hora cada um. Todos no auge da visibilidade com a transmissão ao vivo, não perderão a oportunidade de aparecer. A sessão começará às 9 da manhã e será interrompida às 13 hrs para o almoço. Não estaremos então, nem na metade do roteiro. 

PS: Portanto, perfeitamente correto como análise, que o fim do julgamento possa não ser hoje. 

PS2: Mas nada disso tem ou terá a menor importância. A partir da publicação do resultado hoje ou amanhã, começará então, o que realmente influenciará na eleição de 7 de outubro. 


PS3: A próxima data relevante é a abertura oficial da campanha presidencial em junho. Portanto, apenas 4 meses. Outros 4 meses depois, a eleição propriamente dita. Mas os fatos e as interpretações estão de tal maneira complicados, que tudo poderá acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário