Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

quinta-feira, 15 de junho de 2017

ABSOLVIÇÕES INESPERADAS DE DUAS MULHERES CULPADAS

HELIO FERNANDES

Já tratei do assunto, surpreendido com a decisão insensata do juiz Sergio Moro, de inocentar Claudia Cruz e Adriana Ancelmo. Seus maridos, presos e já condenados uma vez, fizeram defesas apaixonadas delas. Eduardo Cunha deixou transparecer que sua mulher não tinha culpa alguma. E se ela fosse condenada, "faria delação"

Sergio Cabral, no primeiro depoimento, se mostrou revoltado, e afirmou textualmente: "Minha mulher não tem nada com isso, cometi alguns equívocos, mas ela não sabia de nada". Agora tenho que voltar ao assunto, se complicou, a repercussão negativa foi total. Os protestos correram e correm o país , mesmo os que defendem o juiz Moro, estranham o comportamento dele, nos dois casos.

A Polícia Federal e o Ministério Público que fizeram trabalho primoroso a respeito de Claudia Cruz, não se conformam.  Principalmente na alegada inocência do juiz: "Falta de provas". Ora, exatamente ao contrario, inundaram o processo com acusações provadas e comprovadas. Chegaram a fazer um programa de televisão, que exibiram para estarrecimento geral.

Mostraram que ele gastou no exterior, mais de 1 milhão e meio de dólares, principalmente em  roupas caras e luxuosas. Já recorreram contra Sergio Moro, vão ganhar.

A MULHER DE CABRAL.

 De uma certa maneira, muito mais culpada. Foi cúmplice e participante, recebeu joias que valiam milhões, compradas em joalherias famosas, pagas em DINHEIRO VIVO.(AS joalherias confessaram, fizeram delação) .Adriana Ancelmo tinha escritório de advocacia, envolvidissimo, e chafurdado na lama da corrupção.

Vem sendo protegida, posta em liberdade por ter filhos pequenos. Eduardo Cunha, depondo ontem, desmentiu Joasley Batista, que não conversa com Temer no porão do palácio, confessou: "estou tratando da vida de Eduardo Cunha".  E Temer, "Continue fazendo isso". Cunha disse agora: "Meu silencio jamais esteve á venda". A Força Tarefa recorreu novamente. Vai ganhar outra vez. Está demorando, são enormes os interesses.

TRUMP COMPLICADISSIMO

No dia 20 de maio, quando completou 4 meses da posse, escrevi: "Tão pouco tempo e já no caminho do impeachment". Pode escapar, mas está indo aceleradamente. Dois dos mais importantes jornais  americanos, denunciaram: "O presidente está sendo investigado por ter praticado obstrução da justiça". Gravíssimo.

Nixon que teve que renunciar para escapar do impeachment, resistiu mais tempo. Eleito em 1968, tomou posse em 1969. Em 19971 já estava em situação insustentável. Foi reeleito em 1972, já chamuscado pelo fogaréu do Watergate. E já denunciado pelo Washington Post, o mesmo que faz as revelações acusações de agora.

O mandato de Nixon ia até 1976. Renunciou em 1974.Trump tem mais tempo. Perigosamente.

BRADESCO E TRABUCO

O Banco devia 4 BILHÕES de sonegação dos mais diversos impostos .Apanhado em flagrante,em vez de efetuar os pagamentos, recorreu ao Carf, a mais alta instancia de recurso. Mas não esperou o encaminhamento do processo. Seu próprio presidente, Luiz Trabuco, entrou no circuito para resolver a sonegação com propina.

Mesmo para o comportamento singular e nada ético do banco, a repercussão interna foi condenada, e identificada como escandalosa. A decisão imediata seria a demissão de Trabuco, mas isso representaria uma confissão, conflito aberto com a credibilidade. Foi apenas afastado.

Mas fora do Banco, Trabuco foi acusado criminalmente, tornou-se réu na justiça Federal de Brasília. Agora, imperdoavelmente, a  quarta turma do Tribunal Regional de Brasília, "arquivou o processo contra Trabuco, por falta de provas". O banco, eufórico, retumbou, "Trabuco está livre para sempre".

Trabuco que ficou anos em silencio, falou: "Só fui ao Carf uma vez, cumprimentei um lobista numa reunião". Existe resistência á sua volta á presidência do banco.

TEMER E GILMAR

Quem deveria ser preso primeiro? O AINDA presidente ou o AINDA Ministro do Supremo.



Um comentário:

  1. Só parabenizando um dois maiores jornalista IMPARCIAIS do nosso maltratado e querido Brasil. Nestes tempos estranhos aonde vemos as mídias de TV e jornais numa parcialidade vergonhosa, saber que alguns jornalistas em seus Blog, nos permiti ser informados ou levados a uma análise dos fatos, é esperançoso.

    ResponderExcluir