Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 23 de abril de 2018


SENADORA GLEISI ENCARNA A “MÃE DO ORIENTE” E PEDE AJUDA A AL QAEDA DE BIN LADEN. PROCISSÃO DE FIÉIS PETISTAS QUEREM VISITAR LULA. JUÍZA NEGA E O PT VAI PONTUADO COM INCIDENTES EM TORNO DO SEU LÍDER. AGRESSORES DE MORADOR DE CURITIBA SÃO INDICIADOS. CORRIDA PRESIDENCIAL COMEÇOU MAIS CÊDO COM DUAS DEZENAS DE POSTULANTES. É O BRASIL DO VOTO OBRIGATÓRIO.

ROBERTO MONTEIRO PINHO

Ao pedir ajuda ao mundo árabe, num vídeo gravado pela Al Jazeera (organização terrorista que apoiou a Al Qaeda de Osama Bin Laden) a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) Gleisi Hofmann criticou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e cita ações do governo do petista que teriam sido favoráveis ao Oriente Médio.

No vídeo ela afiança que Lula foi o único presidente que visitou a região, e o comércio exterior com países do grupo teria se tornado cinco vezes maior quando Lula ocupou a Presidência.

Gleisi Hoffmann e seu colega de senado Lindberg Farias vêm protagonizado situações fora do eixo parlamentar, buscando a todo modo as luzes dos holofotes da mídia.

Soa insano e débil essa atitude, mesmo que argumente ser Lula, um injustiçado e perseguido político. Faz isso, como se o planeta não conhecesse, as reais razões de sua prisão. Faz isso se dirigindo a uma nação onde os crimes são punidos com mutilação, fuzilamento e pena de morte.
Em janeiro deste ano, Gleisi já presidente do PT, deu declaração de que "para prender o Lula, vai ter de prender muita gente, vai ter de matar gente". A manifestação da senadora incitou os ânimos em redes sociais.

Não faltaram criticas a infeliz postura da senadora Gleisi. A senadora Ana Amélia (PP-RS) criticou na sessão plenária do senado no dia 18 de abril, a entrevista que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-RS), concedeu à rede de TV Al Jazeera, com sede no Catar. Para Ana Amélia, na entrevista, Gleisi, que é presidente do PT, prejudica a imagem do Brasil.
- A presidente do Partido dos Trabalhadores denegriu a imagem do Poder Judiciário, do Ministério Público, atacou a imprensa do nosso país de uma maneira que não respeita os princípios, eu diria, constitucionais — disse Ana Amélia em Plenário.
Pressinto que Gleisi protagoniza esses fatos para manter o PT na berlinda.
Agora um médico da família entra em cena e declara para a imprensa: “ela precisa de tratamento”.
Moradores de Curitiba reclamam de acampamento de apoiadores de Lula em Curitiba. Os acampados ocuparam calçadas e jardins de casas próximas à sede da Polícia Federal, onde o ex-presidente está preso. E com isso “ferem o direito de ir e vir dos moradores” - reclamam. Eles são militantes remunerados, contratados pelo MST e a CUT.
Em resposta a coordenação do acampamento afirma que ele é pacífico, instalado em área pública e cumpre acordos coletivos de silêncio das 22h às 7h da manhã.
O porta-voz dos acampados diz que tem uma equipe de limpeza que recolhe o lixo pelas manhãs e, lêem carta dirigida aos moradores, pedindo desculpas pelos transtornos.
No dia da prisão de Lula, três integrantes do PT, agrediram covardemente um morador do bairro, e causaram indignação publica. Uma série de agressões, truculência física e verbal ocorreram por todo país.
Nunca se soube que a prisão de um político, fosse alcançar tamanho alvoroço, e uma série de atos, que em absoluto não levam a solução do problema jurídico em que Lula está envolvido.
As pesquisas apontam Lula na liderança para suceder Temer. Mesmo com a insegurança dele não participar do pleito.
Comentaristas políticos e analistas apontam esse alvoroço todo, como produção de uma seqüência de fatos, para colocar o PT através de Lula na mídia.
Agora, a juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, também negou no dia 23 de abril (segunda-feira) os pedidos de visita a Lula feitos pelo pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes, pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), pelo vereador de São Paulo Eduardo Suplicy (PT-SP).

Antes a ex-presidente Dilma Rousseff  e uma comissão de deputados foi proibida de visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde o último dia 7 de abril na Superintendência da Polícia na capital paranaense.

Outro grupo reunido numa comissão de deputados pretendia fiscalizar in loco as condições de encarceramento do ex-presidente. No entanto, ao negar o pedido a juíza justificou que no último dia 17 a Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado Federal já havia feito uma diligência. “Não há justo motivo ou necessidade de renovação de medida semelhante”, escreveu a juíza, responsável por supervisionar a execução penal do petista.

A juíza Carolina Moura Lebbos também havia negado negou visitas a Lula que haviam sido solicitadas pelo escritor argentino Adolfo Pérez Esquivel, Prêmio Nobel da Paz em 1980, e do teólogo Leonardo Boff.

Corrida presidencial começou mais cedo. Duas dezenas de candidatos, em busca do voto obrigatório e eletrônico.

Assim de fato em fato, o PT vai pontuando na mídia. Mas até quando isso vai funcionar? Vamos aguardar as seqüentes pesquisas para ver.





Um comentário:

  1. Como um Jornalista, que trabalha com o heróico Helio Fernandes, pode ter a cara dura de corroborar a fala neo nazi da incendiaria dos pampas fascistas vulgo ana amelia? O que a rede de tv do principe do Qatar, maior Base Estadunidense do mondo arabe - Al Jahzeera pode ter em comum com a Al Qaida? Coisa de LOUCO. Ou má fé exagerada e exacerbada antipetista? Triste o Pais onde um jornaliusta defende a neta de nazista ana amelia, anã moral, traste fascista. #ForaFASCIOsulista !!!!

    ResponderExcluir