Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

sexta-feira, 6 de abril de 2018

MATÉRIA EXCLUSIVA/ESPECIAL LULA

HOJE É O DIA D  DO LULA E DO PT,  DE AGORA ATÉ ÀS 17 HORAS, TODOS EMPAREDADOS PELA COLOSSAL IRRESPONSABILIDADE E LEVIANDADE DE MORO 

HELIO FERNANDES

Ninguém sabia de nada quando foi noticiada a ordem de prisão para o ex-presidente. Mesmo os lideres mais importantes dos Três Poderes, foram surpreendidos. Lula e o PT também, foram imediatamente para as ruas. Multidões. Atravessaram a madrugada, se dividiram e continuam divididos, em 4 grupos.

1- O mais realista defende que Lula se entregue pacificamente e comece a trabalhar o nome do substituto. A teoria do fato consumado.

2- Os que acham que Lula deve se entregar em Curitiba, acompanhado de milhares de militantes. Seria a prisão heróica  e com alta promoção.

3- Finalmente os que insistem com Lula, "resista, não se entregue, exerça sua liderança".

4- Só que não explicam como fazer isso. Se Lula não aparecer, Moro vai mandar prendê-lo  e não  será pacificamente.

Ao contrario  do que os mais diversos órgãos de comunicação DESINFORMARAM, Lula não é o primeiro ex-presidente a ser preso. Mas é o mais importante e no meio de uma crise terrível. Crise política, econômica, civil e militar.

A Primeira Republica acabou  em 1930, com a prisão do Presidente Washington Luiz, que estava no poder. Do vice Fernando de Mello Vianna, e o ministro do Exterior, Otavio Mangabeira. Ainda por cima, foram ASILADOS nos EUA.

O próximo foi o ex-presidente Artur Bernardes, grande defensor do Brasil. Governou de 1922 a 1926, foi preso em 1940, por vingança de Vargas. E asilado em Portugal. Com ele foi também asilado o doutor Julio Mesquita do Estadão.

Finalmente, em 1964 o presidente João Goulart ia sendo preso, apesar de estar no Brasil e no cargo. Teve que  atravessar a fronteira com o Uruguai. Para não  ser preso.

PS- No momento, pouco mais de 15 horas. 4 horas de angustia, ansiedade, á espera do que acontecerá.

FLASH...

15,30. Silêncio nas rádios e televisões. Falta uma hora e meia para acontecer alguma
coisa. Lula tem que esperar as 17, para aparecer ou desaparecer. O movimento de Moro, só depois. É um jogo de xadrez, (ainda invisível e desocupado) e aparentemente sem tabuleiro.   

Informação exclusiva e direta. 16 horas. Lula está no sindicato de São Bernardo. Desde ontem, cercado por militantes, cada vez mais aguerridos. Mesmo se quisesse se apresentar, não dá mais tempo. È muito longe.

Não ha  noticia oficial dos lados de Moro, apenas a interpretação: ele não pode recuar, tem  que agir, a partir de 17.

No sindicato de São Bernardo, quando falam que "Moro pode mandar invadir o sindicato", respondem sem hesitação: "Resistiremos". 

Estou com estes fatos desde as 15 horas. Era a noticia que eu não queria publicar, a pior de todas das 4 hipóteses que formulei aqui, ás 11 da manhã.

O grupo Lula, não está muito convencido da estratégia de não se entregar. Se estivessem, não teriam entrado com HC. 


E o STJ negou por unanimidade, como fez ha 15 dias.






Nenhum comentário:

Postar um comentário