Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

terça-feira, 24 de abril de 2018


EM VEZ DE ESTAR NA PRISÃO PARA SEMPRE, JOESLEY BATISTA VOLTA ÀS MANCHETES

HELIO FERNANDES

Não  quero defender ninguém, muitos foram tão irresponsáveis, a ponto de se envolverem com o maior bandido criminoso do empresariado nacional. Reabriu um festival  de denuncias e acusações, que provoca mais pânico do que a própria Lava-Jato. Se Joesley estivesse encarcerado sem mais recursos, talvez eu nem estivesse tratando do  assunto. 

Mas é impossível esquecer e abandonar um delator, que apareceu espetacularmente, encontrando de madrugada, com o próprio hospede do palácio, o presidente da Republica. Corrupto  e usurpador, Temer teve a leviandade e  a irresponsabilidade de se deixar gravar, com afirmações, que em qualquer pais do mundo, teria provocado ou obrigado a renuncia.

Num momento de bom senso, afirmou publicamente: "Em determinado momento, estive perto da renuncia". Aliás, antecipada por jornalistas responsáveis e bem informados. Joeslei revelou que estava ajudando financeiramente o corrupto Eduardo Cunha, Temer respondeu com a frase  que é hoje inesquecível, mesmo para ser pronunciada, numa madrugada torpe, por um corrupto usurpador: "MANTEM ISSO,VIU?"

(Não renunciou, 2 ministros  do STF, Toffoli e Gilmar Mendes vieram em seu socorro, no mais vergonhoso episodio de desrespeito entre Poderes. Mas isto já é outra historia, perniciosa e até criminosa).

Numa lista que começa com um presidente, mesmo desmoralizado, cabe muita gente. Joesley se aproveita da liberdade, para tentar consolidá-la com mais delações. Aí, vai incluindo deputados, senadores, governadores, ministros. Atuais, ex e futuros, pois Temer nomeia fartamente, personagens acusados e altamente comprometidos.

PS - São centenas de nomes, todos justamente apavorados. 80% dos citados, deveriam estar presos e expulsos da vida publica.

PS2- Para agravar a situação. Joesley, agora apresenta documentos, comprometendo partidos, os mais diversos.

HOJE, QUARTA, PODE HAVER NOVIDADE NO STF

Em se tratando do mais alto tribunal do país, nesta fase de 5 a 5, é necessária cautela  e afirmação condicional .Na pauta, 2 assuntos importantíssimos. Um deles vem sendo protelado indefinidamente. È o pernicioso e amaldiçoado caso da manutenção do foro privilegiado.

40 ou 50 mil pessoas são colocadas acima e além do cidadão – contribuinte - eleitor. Esses 40 ou 50 mil, pagam tudo, e não têm nem o direito legítimo do protesto e da revolta. Ha anos tentam acabar com  a superioridade dessas duas palavras, que se revelam invencíveis. 

Ha 6 meses colocaram na pauta, a votação do  assunto. Impressão e informação; "Hoje o privilegio acaba". O relator Roberto Barroso deu um voto substancial, embora fizesse concessões. Quando o fim desse "foro privilegiado" já alcançara 6 votos, maioria satisfatória, o ministro Toffoli pediu vista, e absurdamente foi concedida, o julgamento suspenso.

Sem o menor constrangimento, declarou: "Vou devolver depois do carnaval". Cumpriu a afirmação imoral, devolveu em março, está na pauta de hoje. Mas do próprio plenário,  surge a duvida, desconfiança, quase certeza: haverá julgamento?

O  que se admite: que 2 ministros estariam prontos para pedirem vista, o que interromperia o julgamento, já com placar favorável, derrubando, destruindo, derrotando esse privilegio absurdo.

PS - Um novo fator para não votar hoje. Está tramitando na Câmara, aceleradamente, o fim do foro privilegiado, muito mais amplo,merecendo aplausos.

PS2 - Acaba totalmente o privilegio, até mesmo ministros do STF, perdem o privilegio.
PS3 - Essa Câmara não merece confiança. Mas a prioridade é dela, é ela que legisla.

Marielle, SEMPRE

Mas nunca em matéria de investigação. Quase 40 dias depois do assassinato, anunciaram ontem: "Vamos fazer nova pericia no carro em que ela foi morta". Estão procurando o quê?

Eu e o resto do país e do mundo imaginávamos, que em matéria de pistas, não ha mais nada a periciar. Acreditava que a partir da própria madrugada da tragédia, fixassem a pericia no exame do carro, centímetro por centímetro. .

Minha crença ou descrença obriga a uma confissão. Pensei que o carro nem existisse mais. Deve ter sido desmontado, examinado minuciosamente, pedaço por pedaço.

Se a investigação obtiver sucesso (?) algum dia, provavelmente deve ser bem longe do carro.

STF – MORO - LULA

A Segunda Turma do STF garantiu mais um 3 a 2.Gilmar, Toffoli, Lewandowki, sempre juntos, tomaram decisão, que aparentemente é uma bomba. Decidiram ontem á noite, que o juiz Sergio Moro, não pode usar contra Lula, "partes da delação da Odebrecht". Mas isso   a partir dos processos ainda não julgados.

Nenhuma palavra a propósito do processo baseado no Triplex. Como venho dizendo com insistência, não existe uma prova da mais remota participação do ex-presidente.

Como a Segunda Turma terminou muito tarde, a surpresa foi total. O juiz, os Procuradores da Lava-Jato, e os  próprios advogados, não quiseram se manifestar. O que revela que no mínimo, não sabem o que dizer. Na justiça, principalmente na comprometida e parcial, uma fagulha pode se transformar num tremendo incêndio.

PS - A partir de hoje, quarta, devem surgir esclarecimentos. A respeito da extensão dos 3 a 2 da Segunda Turma.

PS 2- Bem tarde, consegui um informe. Os advogados tentarão afastar Moro dos processos de Lula. É um pedido antigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário