Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

ATENTADO EM PARIS:
É preciso destruir o terrorismo, já.
23.11.15
HELIO FERNANDES

Mas com tropas como digo ha mais de 1 ano, e não apenas com bombardeios. Ontem, o Primeiro Ministro Cameron teve demorada reunião,em Paris, com o Presidente Holanda.Concordaram que o ataque por terra indispensável  e urgente.Cameron precisa do apoio do Parlamento,vem conversando desde a sexta feira 13,não recebeu apoio nem recusa, considera que todos compreenderão que as tropas são indispensáveis.

Enquanto espera, disse ao presidente da França que pelo colocará á sua disposição, a base militar inglesa de Chipre. A força terrestre de lá não é muito grande, mas a França terá pelo menos um ponto mais perto para atacar o Estado Islâmico. Cameron recomendou: "Precisamos destruir as fontes de receita deles, como campos de petróleo, refinarias, tudo que os transforma em potencias trilionarias".

Ontem á noite, (no momento em Paris são 7 da noite) ou hoje pela manhã, Cameron deve atravessar o Atlântico para importantíssimo encontro com Obama. O presidente dos EUA está com problema igual ao dele: a recusa do Congresso para o envio de tropas terrestres. Obama ganhou ponto a favor. A opinião publica que estava contra mais tropas combatendo, com o avanço do terrorismo, já não se opõe, os EUA são naturalmente um alvo preferido dos terroristas, o 11/9 é inesquecível e pode se repetir.

Surpreendente é a confiança e a determinação do Estado Islâmico. O que acontece em Bruxelas, capital da Bélgica, é assustador mas ao mesmo tempo definidor.  A cidade tem pouco mais de 1 milhão de habitantes (6 vezes menos  que o Rio) mas está em estado de alerta desde que tudo começou.

O susto, pânico, terror de verdade, domina o mundo. Faltam 9 meses para a Olimpíada do Rio, mas precisamos tomar providencias desde já. Quem garante que não existam terroristas no Rio, organizando as coisas? O Brasil não é alvo prioritário ou predileto, mas a Olimpíada. Virão representantes de 195 países, admite-se a presença de 100 Chefes de Estado, presidentes e Primeiros Ministros.

O prefeito Eduardo Paes foi alertado, respondeu: "A Prefeitura não tem nada com isso, o problema é federal. Confio inteiramente na presidente Dilma".

PS - Exatamente no dia 22 de Novembro de 2014, decorrido 1 ano  
as ações da empresa chegaram ao nível mais baixo. Foram negociadas a 7,22 com as preferenciais pela primeira vez valendo menos do que as nominativas. As preferenciais tinham a vantagem dos dividendos, como não paga mais nada, perderam a vantagem.

PS1 - Neste ano as ações, alem de roubadas de todas as maneiras, com prejuízos colossais, dividas quase maiores do que o seu patrimônio, foram utilizadas pelos especuladores que dominam o mercado. Compram e vendem, deliberadamente, o órgão que devia fiscalizar, não faz coisa alguma, nenhuma providencia. 

PS2 - Neste ano, as ações chegaram varias vezes a 9,76 (o maior valor), nos dias seguintes retrocediam. 


PS3 - O melhor exemplo da especulação: ontem essas ações passaram mais uma vez de 9, fecharam a 10. Prestem atenção. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário