Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

SP NÃO TEM ÀGUA, IGUAL AO DISTRITO FEDERAL DE 1940, OS PREFEITOS TAMBÉM NÃO TRABALHAVAM. DONA DILMA REVOLTADA COM A CORRUPÇÃO DE 88 BI, NÃO FALA COM DONA GRAÇA.

HELIO FERNANDES
31.01.15

Preocupante, assustador, quase pânico. As duas ações da Petrobras, ordinárias e preferenciais, fecharam abaixo de 8 reais, a menor cotação da historia. Não existe nenhuma expectativa positiva para o próximo pregão, segunda feira.

Antigamente, sem a corrupção que começou em Pasadena e atingiu níveis inimagináveis, e a “desadministração” que trouxe consigo a corrupção incalculável, (essa é a palavra exata e insubstituível) as duas ações sofriam oscilações diferentes.
Como a preferencial pagava dividendos antes, essas se mantinham. Agora, como a própria Petrobras anuncia que não pagará dividendos, é tudo igual.

E a culpa é toda da corrupção e da incompetência e imprudência completa da direção da empresa. Não adianta tentar jogar a culpa na queda do preço do petróleo no mercado internacional. Isso vai atingir profundamente a Petrobras, quando cgh=hegar a época da exportação do pré-sal.

Por enquanto é apenas cálculo no papel. Mas a direção da empresa confessa: “Reservamos 102 Bilhões para aumentar a capacidade de produção do pré-sal”. Mas como tudo desaparece naqueles largos portões do prédio da Avenida Chile, o dinheiro sumiu e a produção não cresceu.

Alckmin água abaixo.

Em São Paulo a “crise hídrica” (por que não chamar de falta dagua. Sem, apostrofe, que detesto?) já completou dois anos. Apesar disso e de sua incompetência congênita e adquirida, Geraldo Alckmin, que não fez nada, foi reeleito com 67 por cento dos votos, no primeiro turno. No caso, visivelmente a culpa não é só dele.

Tem medo de usar a palavra racionamento, então apela e insiste nessa ridícula “crise hídrica”. O Distrito Federal de 1940 a 1965, quando já o Estado da Guanabara por causa da mudança da capital, teve racionamento diário, terrível e revoltante.

Durou mais de 20 anos, porque os prefeitos do então Distrito Federal, não faziam nada, exatamente como o governador de São Paulo, que só vive chorando, como os prefeitos daqui. Carlos Lacerda assumiu em 5 de novembro de 1960, colocou como prioridade absoluta , três coisas: agua, transporte e túneis, interligando a cidade, que era inteiramente isolada. O único túnel, o João Ricardo, que ligava a Central do Brasil á Praça Mauá, era pequeno, sujo, mal iluminado.

O racionamento funcionava assim. Abriam a água de meio dia a meio dia e trinta e de seis da noite às seis e meia. Agua corrente nem pensar. O recurso era empilhar água em todos os lugares. Nos primeiros três anos, Lacerda cuidou da água, popularizou a palavra Guandu. Pois era de lá que vinha o reabastecimento.

O Secretario do Governo, Helio Beltrão, fez 9 ou 10 viagens aos EUA para conseguir financiamento com juros pagáveis, e não os impagáveis, obtidos pela ditadura para a Ponte Rio-Niterói. Festa total quando o governador acabou com o racionamento.

Por que Alckmin não trabalha, faz o racionamento e marca data para acabar essa esdrúxula “crise hídrica”? Que nem Aurélio ou Houaiss, colocariam nos seus dicionários:

Bradesco Trabuco.

Esse banco que apresenta todo ano balanço com lucros fantásticos, de BILHÕES, se julga poderoso mas é apenas incompetente e inconsciente. A filha do ex-diretor da Petro, Paulo Roberto, está autorizada a movimentar contas, foi ao Bradesco e pediu um cheque administrativo de 500 MIL REAIS. Recebeu um cheque no valor de 500 MILHÕES.

Percebeu imediatamente o equívoco, pediu para fazer a devolução, a equipe do Bradesco, displicente, nem ligou para ela. Foi para casa, telefonou para o advogado que devolveu o cheque a um Bradesco estarrecido, presidido pelo senhor Trabuco, que pelo nome não se perca.

Incompetente, displicente, a direção do Bradesco se manifestou pela mentira, Entrou com ação na Justiça. “exigindo que a cliente devolvesse o cheque”, que já estava devolvendo. O processo caiu com o juiz Luiz Felipe Negrão, que determinou que o “processo corresse em segredo de Justiça”.

Menos o dele, que mandou que fosse devolvido o cheque que já estava com o Bradesco-Trabuco. É inacreditável, erro em cima de erro, em cadeia, perdão pela palavra acintosa.

Placar eleitoral.

A escolha do presidente da Câmara e do  Senado, será amanhã domingo. Renan é favorito para reeleição, o fato de Luiz Henrique ter se lançado, nenhuma importância, isso tem acontecido varias vezes. Mas Renan esta assustado com sua inclusão na lista do Lava-jato. Que só trabalha nos bastidores, oficialmente não é candidato.

Mas tem que se registrar hoje, sábado, é o ultimo dia. Eduardo Cunha, tão ou mais vulnerável, já é candidato ha mas de 1 ano, e em nenhuma pesquisa aparece em segundo lugar. Ontem, surpreendentemente, ganhou alguns votos, estava eufórico e retumbando vitoria.

Mais Chinaglia também satisfeito, principalmente depois de conversar com Dona Dilma, o que é uma contradição. Nessa Câmara, Cunha pode até ganhar mesmo, só que tem que enfrentar a Lava-jato, incógnita e desconhecimento. Mas não precisa esperar muito. Se ganhar no dia 2, amanhã, pode perder no dia 3, depois de amanhã.

Resposta.

Vera Lucia Damião, por enquanto sé existe o candidato oficial, secretario do próprio Paes.
Mas nos bastidores, Cesar Maia alimenta a própria candidatura. Comparado seus mandatos ao do Paes deveria ficar envergonhado. Mas acontece que Maia até agora só se elegeu prefeito, antes e depois da reeleição. Nos intervalos, foi derrotado para governador e senador. Podem dizer o que quiserem, mas Paes nunca foi acusado de irregularidade.

Obrigado Miguel de Serra Cortez pelos votos de sucesso. Estive três vezes no seu agradável  Uruguai. Em 1948, mocissimo, fiz minha primeira viagem a Europa destruída pela guerra. No ano seguinte percorri toda a America do Sul, começando pelo Uruguai, da moeda solida e estável, chamado de "Suíça" da América do Sul. Um reduto de democracia que resistiria bravamente 60 anos depois, quando todos somos degradados pela ditadura.

Não vou parar Raimundo Nascimento, mas é bom você lembrar isso. Varias vezes, enquanto ia avançando na idade me convencia pela convicção. E escrevia: " meu ultimo artigo será escrito na rua do Lavradio, sede da Tribuna, sairá junto com meu corpo. Agora, como fecharam o jornal, não pretendo parar, só que serei cremado e a matéria do blog em cima do caixão. Sei que vai dar tempo, o tempo da permanência, da existência e da saudade.

"Quais as três figuras que você malharia em praça publica?", Geilton Torres. O verbo é no passado e não no presente, Geilton. Não poupei em nenhum momento, durante a ditadura os três generais "presidentes" e “torturadores". Sem hesitação: Castelo, Médici, Geisel.

Não estou citando Costa e Silva, só ficou dois anos. E no último ano, coordenava com Pedro Aleixo (o vice civil que não assumiu) uma nova Constituição, rigorosamente democrática. O jornalista José Aparecido juntou 12 jornalistas combatentes, nos reuníamos duas vezes por semana num apartamento da Domingos Ferreira.

Mas veio o invencível AVC, acabou tudo. Costa e Silva foi considerado incapacitado e morreria logo. Assumiram os "três patetas", identificação deste repórter, que por isso, no dia da posse desses "três patetas", fui desterrado, sequestrado, confinado mais uma vez, dessa em Mato Grosso.

Havia até o esboço de uma Constituição, redigida coletivamente. Naturalmente não era magistral como a "Constituição Humanística" do Millôr. Com um único artigo: "O pôr do sol é de quem olhar”.

PS- Ontem depois de mais de quatro horas de jogo, Djokovic passa á final do aberto da Austrália. Amanhã enfrenta Murray. Mas confirmando a inconstância dos jogadores, como tenho registrado. Jogo interessante quatro sets disputados, foram para o quinto.

PS2- Aí Wawrinka desanda a jogar bolas fora, com 40/0 perde o game. Noutro, 0/40 entrega para o serviço. Duplas faltas, erros em cima de erros, perde de 6/0. O sérvio é excelente jogador. Só que mais exibicionista do que FHC e Trabuco, juntos.

.........................................................................................................................
Nossos leitores podem fazer comentários e se comunicar com os colunistas, através do e-mail: blogheliofernandes@gmail.com
As respostas serão publicadas aqui no rodapé das matérias. (NR).


Ao jornalista do Bog.

Cadê a tal matéria do Charlie Hebdo, da edição do dia 27? Você prometeu aos seus leitores e  não escreveu uma linha sobre isso.Esqueceu, ou engavetou o tema. Estou aguardando nem que seja pouca linhas. De preferência que não sejam repetitivas do outro texto senhor Jornalista!

Jussara Ignes dos Santos – Rio de Janeiro
...
Helio,

Está começando o Cariocão. Flamengo, Botafogo, e Fluminense. O que acha que vai acontecer? Times pequenos nem pensar, mesmo que fiquem para a final. Sei que você flamengo doente, mas, será aquela “marmelada”, do jogo Flamengo e Cabofriense na decisão (para espantar a crise do Mengo) do estadual do ano passado.

Você lembra do Canto do Rio? Sou de Niterói, e quando vejo aquele patrimônio todo jogado as baratas, me entristece. Malfadados dirigentes ladrões, venais que infestam os clubes brasileiros.

O clube nasceu em 1913, cresceu muito e tornou-se o primeiro clube do antigo estado do Rio de Janeiro a se profissionalizar, em 1941. No ano de 1953 teve seu  grande momento. O Canto do Rio conquistou o Torneio Carioca ao vencer o Vasco da Gama por 3 a 0 na partida final, disputada em pleno Estádio Jornalista Mario Filho. 

Juca Soares Neto – Niterói-RJ


Nenhum comentário:

Postar um comentário