Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 31 de julho de 2017

COMEÇA AGOSTO, COM O DIA 2 REPETIDO

HELIO FERNANDES

Acaba o recesso do Legislativo e do Judiciário. A Câmara já havia fixado com antecedência o dia 2 para o seu julgamento mais importante e até agora inédito na Republica: o que fazer com o presidente confessadamente corrupto, não apenas PASSIVA, mas também ATIVAMENTE.

Antes dessa questão, o AINDA vice, durante 14 meses respondeu por um processo de cassação de mandato. Como teve sucesso com a proteção do ministro sem toga, Gilmar Mendes, não foi cassado. Vitorioso em parceria com o corruptissimo Eduardo Cunha, já não era mais vice acoplado com a candidata a presidente, e sim presidente sem voto, sem povo, sem urna.

Absolvido da cassação, uma das maiores vergonhas da nossa Historia, foi investigado, denunciado por excesso de corrupção varias vezes, muitas vezes. Beneficiado na omissão de todos os crimes teve ainda outro beneficio, na interpretação do próprio Supremo. Este determinou: "Presidentes eleitos pelo SUFRAGIO POPULAR, para serem julgados, precisam de autorização da Câmara".

Esse equívoco permitiu que Temer desperdiçasse 15 bilhões em emendas parlamentares, usando o dinheiro do contribuinte para comprar os 172 votos necessários para escapar, perdão, fugir da condenação obrigatória. E mais grave: apesar de marcado com quase 1 mês de antecedência, é bem possível que o julgamento de amanhã não aconteça.

(Temer aparenta tal confiança, que ante ontem, falando sobre a permanência das Forças Armadas no Rio, garantiu: "Elas iriam ficar até 31 de dezembro de 2017, estou pensando em prorrogar até o fim do meu mandato, 31 de dezembro de 2018").

O 2 DE AGOSTO DO SUPREMO

Antes do final do recesso, deputados entraram com recurso no Supremo, arguindo a clara, visível e irrefutável inconstitucionalidade do aumento de impostos. Para não perder tempo, a presidente Carmen Lucia sorteou o relator do recurso(será a Ministra Rosa Weber), e colocou na pauta da primeira sessão, que caiu em outro dia 2, amanhã. 

È uma questão importantíssima, essa do presidente da Republica, poder aumentar impostos por decreto. Sem isso, os cidadãos já precisam trabalhar 153 dias por ano para pagar impostos. E os poderosos devorarem seu dinheiro. E outros 153 dias, para se manterem o ano inteiro.

Esse julgamento não pode ser adiado, e ninguém pode pedir vista. È a sobrevivência do Supremo que está em jogo, diante da comunidade.

VENEZUELA: A FARSA DA CONSTITUINTE

13 horas no Rio, 11 em Caracas, nenhum avanço na apuração. Complicação e nenhuma explicação. Cresce a repressão contra a opressão das forças armadas contra o povo. Do mundo todo surgem protestos os mais variados.

A Europa inteira (UE), 27 países, têm estado em  contato, e marcaram uma reunião para hoje, no máximo amanhã. Motivo: protesto coletivo contra as intenções ditatoriais do governo Maduro. Será importantíssimo. 

OS ELEITORES CONTRA TEMER, DEPUTADOS CORRUPTOS,A FAVOR

O Ibope fez uma pesquisa a respeito da votação do dia 2. De cada 10 ouvidos, 8 condenariam o presidente também corrupto. Isso corresponde totalmente á consulta do Datafolha: o presidente corrupto, só tem 5% de popularidade.

Isso você confirma conversando com qualquer pessoa. Mas a  representatividade brasileira é tão depravada, degradada, desmoralizada, que são raríssimos os que acreditam que a Câmara dará autorização para investigar Temer. Simplesmente investigara.

MP QUER AUMENTAR A PENA DE LULA

È um direito do MP, mas fizeram tudo errado, como registrei quando recorreram.

1-Tinham que pedir á instancia superior, em Porto Alegre. 2-Moro já não tinha mais nada com esse processo. 3- Tinham que justificar o pedido, em vez de alegar: "O senhor conhecerá nossas razões, quando reabrir o processo". Tolice.

4- Sergio Moro não podia reabrir e não reabriu. 5- O MP levou mais de 1 mês, e aí  recorreu á instancia competente. 6- Que agora tem 3 alternativas:manter os 9 anos, aumentar a pena, ou absolver o ex-presidente. 7- Sem nenhum prazo para decidir. 

VENEZUELA TIRANIZADA

Ontem á noite informaram. 8 milhões intimidados, ameaçados, emparedados, aprovaram a farsa da constituinte de Maduro. Agora é que vão sofrer, com centenas de presos políticos, se transformando em milhares.

Se não fosse uma violência verbal, poderiamos identificar como "ditadura democrática".È a Turquia se expressando em castelhano.

PS – Nova ainda, com menos de dois anos de fundação a Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI, presidida pelo jornalista Roberto Monteiro Pinho, nosso subedItor da Tribuna Online, decolou firme e forte. Promove a partir do dia 2 de agosto (amanhã), a III Mostra Nacional - ANI de Fotografias sobre Direitos Humanos.

PS1 - A primeira aconteceu no inicio do ano na Galeria da Livraria Cultura no Centro do Rio de Janeiro. A segunda (dia 2 de agosto) abre a III Mostra na subseção da OAB de Niterói – Rio de Janeiro.

PS2- Visitada por milhares de admiradores, os dois eventos com a obra reúne fotógrafos profissionais e amadores da ANI. No dia 7 de agosto inicia a sua IV Mostra na Universidade FACHA, uma das mais conceituada no ensino da comunicação. A Mostra é gratuita, e se destaca pelas fortes imagens sobre os direitos humanos e por essa razão merece ser conferida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário