Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

terça-feira, 6 de março de 2018


FALTANDO 30 DIAS, MAIS INCÓGNITAS DO QUE PRESIDENCIÁVEIS

HELIO FERNANDES

O tempo vai se encurtando, as definições se diluindo, nomes e mais nomes, com as restrições que coloquei no título. Impossível abandonar o assunto, impossível consolidar alguma realidade. A incerteza é tão grande, que começam  a falar no Raul Jungman como candidato, unindo civis e militares. A movimentação favoreceu  sua presença. Nada contra.

Tem tido atuação positiva, depois de nomeado Ministro da Segurança, sua primeira afirmação publica: "Vamos sufocar e liquidar o crime organizado". Mas faltam 30 dias, está formando seu ministério, como se transformar em presidenciável?

Ha 15 dias examinei as candidaturas de Rodrigo Maia e de Bolsonaro. O angulo da analise era o futuro dos dois. Amigos do presidente da Câmara me diziam: "O Maia já decidiu, será candidato a presidente". Não acreditei, mas publiquei. Agora ele mesmo confirmou a candidatura, marcou até a data para o lançamento.

O capitão deputado vem descendo  a montanha eleitoral, com tal velocidade, que só irar parar no despenhadeiro. Perde com Lula concorrendo. Não ganha com ele inelegível. Minha conclusão irrefutável: a partir de outubro deste 2018, não sei o que farão da vida. Mas o presidente da Câmara e Bolsonaro ficam sem mandatos.

Maia com mais dissabor: o pai, Cezar, que já foi derrotado para governador e senador, acumulará mais uma derrota, agora outra vez para governador.

Três personagens repetentes, que já foram candidatos, (Alckmin, Ciro Gomes e Dona Marina) não seduzem individualmente, nem têm partido  que possa alavancá-los. Dos três, diante de um  quadro tão rigorosamente medíocre, tenho uma certa simpatia por Ciro. Não mais do que isso. Gosto do Álvaro Dias, mas ele tem que embalançar, sozinho, uma bandeira totalmente desconhecida.

Constatem a dificuldade da analise e o comentário consolidado. Só falta um suposto presidenciável, que amigos íntimos me garantem, será candidato. Seu nome, Henrique Meirelles. Se julga favorito, como aparece com 2 por cento nas pesquisas, insiste no chavão: "Assim  que deixar a Fazenda, o mercado me joga pra cima". Nem o mercado acredita.

PS- Outro ingênuo e ainda por cima corrupto, Michel Temer. Tenta se blindar para não ser preso em 1 de janeiro de 2019.

PS2- Garantiram ao repórter, que Joaquim Barbosa será candidato. Torço para que isso aconteça, será desmoralizado como merece.

O MINISTRO BARROSO, QUEBRA O SIGILO DE TEMER

Ninguém acreditava, mas a bomba explodiu no fim da segunda feira. As contas de Michel Temer  se tornaram publicas, depois de uma decisão do STF.

O ministro Carlos Marun declarou logo: "O presidente está revoltado". Logo, logo, Temer recebeu mensagem particular de Gilmar Mendes. Lógico, não sei o que continha. Mas Barroso confirmou a minha tese: "O STF não precisava de autorização da Câmara para investigar Temer"

O presidente corrupto  e usurpador, vem sendo acusado dos mais diversos lugares. E o deputado Paulinho da Força, reforçou a suspeita: Temer recebeu como propina, uma enorme fazenda. Que estaria no nome do parceiro, coronel Lima. Paulinho foi logo chamado ao Planalto, para uma conversa fora da agenda.

Ontem, Bernardo Mello Franco "desenterrou" um comentário de ACM - Corleone, feito em 1999, portanto ha 19 anos. Textual como foi publicado por Bernardo: "Se abrirem um inquérito sobre o Porto de Santos, Temer ficará péssimo".

ONTEM, O STJ CONTINUOU A CONSPIRAÇÂO JUDICIARIA CONTRA LULA

Exatamente ás 3,30 da tarde, ontem, o placar do julgamento  do HC do ex-presidente ficava em 3 a 0 contra ele.Faltavam votar dois ministros. Na quinta feira passada, quando haveria o julgamento, escrevi: Lula perderá de 5 a 0 ou 4 a 1. O julgamento foi adiado, mantive minha expectativa.

Agora, 16 horas faltam 2 ministros cujos votos não alteram o julgamento.  Na verdade, a ultima decisão será do STF. Que por 6 a 5,  pode decidir: prisão só depois de "transitado em julgado".16,30 acabou o julgamento, unanimidade contra, combinação que os ministros respeitaram.

 88 ANOS DA MORTE DO HEROI SIQUEIRA CAMPOS

 Em 1930, Siqueira Campos e João Alberto foram convidar Prestes em Montevidéu, para liderar  a "revolução de 30". Prestes surpreendeu os dois, perguntando,
"a revolução é comunista?".  Não conseguiram convencer Prestes, resolveram ir embora. Tomaram  um avião ( um Latacoera, depois da Cruzeiro do Sul) que caiu sobre o porto de Montevidéu.

 Siqueira Campos que era campeão de natação, foi encontrado todo comido pelos peixes. João Alberto que não sabia nadar, se agarrou na asa do avião, foi salvo. Fez uma bela carreira, contra e a favor de Vargas. Em 1932,  lançou o jornal "A Nação",  o primeiro que publicou no Brasil as famosas historias em quadrinhos que vinham dos EUA.

(Aquelas que dominaram o mundo, que adorava os personagens, Flash Gordon, Jim das Selvas, e dezenas de outros, popularissimos).

No  5 de julho de 1922, o coordenador era o capitão Euclides da Fonseca, comandante do Forte de Copacabana,  O Alto Comando, tendo sabido da revolta, chamou o capitão para a Vila Militar. Ele não foi preso, mas não pôde sair do quartel, nem voltar para o Forte.

Siqueira Campos assumiu o comando saíram do Forte, andaram pela areia, com o fuzil voltado para baixo, mesmo assim atacados por ordem direta do Presidente Epitácio Pessoa, o movimento era contra ele. Esse episodio redundou em acontecimentos altamente históricos. Começou com  a prisão do Marechal Hermes da Fonseca, (ex-presidente) pai do capitão Euclides.

O mais importante e impressionante foi o apoio de Rui Barbosa ao Marechal, que o derrotara em 1910. A grandeza dos dois, transformou o fato numa das mais extraordinárias histórias do país.


Nenhum comentário:

Postar um comentário