Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 24 de julho de 2017

SUPREMO: MINISTRO NOMEADO POR TEMER, ARQUIVOU FORO PRIVILEGIADO, ESTÀ PRONTO
PARA REPETIR A FAÇANHA COM A GRAVAÇÃO

HELIO FERNANDES

Seu  nome:Alexandre de Moraes. Jamais poderia pertencer ao mais alto tribunal do país. Nem teria chance nem vaga. Com a morte de Teori Zavascki, indicou, aprovou e nomeou um homem da sua mais suspeita intimidade e falta de credibilidade.

Logo no primeiro julgamento de que participou, mostrou do que era capaz. Com muito esforço e enfrentando protestos e resistências, a presidente Carmen Lucia e alguns Ministros acima de duvidas e suspeitas, conseguiram colocar em pauta a votação para acabar com o vergonhoso foro privilegiado. O relator, Luiz Roberto Barroso,num voto magistral, referendando suas convicções, abriu o placar, 1 a 0 contra o privilegio odioso.

A seguir, o ministro de Temer, o mais novo vota depois do relator. Já se esperava. Falou 1 hora e 40 minutos, estarrecimento, não votou, pediu vista. Revoltados,  3 ministros, incluindo a presidente e o decano, anteciparam o voto .Ficou 4 a 1, já contando o voto do ministro trapalhão e sem qualquer responsabilidade.

Escrevi então sem a menor duvida: não devolverá o processo, enquanto a manutenção desse privilegio servir a quem o nomeou, o presidente AINDA, Michel Temer. 2 meses se passaram, Alexandre de Moraes continua servo, submisso e subserviente.Sem devolver o processo.

ADVOGADO DE TEMER:A GRAVAÇÃO DA MADRUGADA NO PALÁCIO È ILEGAL

Os que estão apostando tudo desesperadamente na permanência de Temer na presidência, jogam com varias hipóteses e possibilidades. A primeira é obviamente conseguir os 172 votos, e ganhar mais tempo. Esperando as outras denuncias, como já anunciou o Procurador Janot.  Mas o advogado de defesa falastrão,já anunciou e repetiu: "Entraremos no Supremo provando que a gravação feita por Joesley Batista é ilegal".

A jurisprudência do Supremo diz exatamente o contrario. Mas 4 ministros não ligam para jurisprudência. Utilizarão  então os serviços de um personagem que não falha, já mostrou sua servidão no caso do foro privilegiado

Depois do relator, Alexandre de Moraes o notório que pensa que é notável, novamente pedirá vista, arquivará mais uma ação.Nesse processo contra o corrupto e criminoso Michel Temer, já utilizei todas as palavras negativas ou depreciativas.Só resta admitir  

   
TEMER COM MAIS MEDO DE CUNHA DO QUE DE JANOT

O AINDA presidente recebeu noticia de Curitiba, que o assustou tremendamente. O ex-presidente da Câmara, retomou as conversas sobre delação. E contrariando sua própria afirmação quando voltou  do G20 na Alemanha, "minha preocupação com a delação de Eduardo Cunha, é ZERO".

Agora, o que o preocupa de verdade é esse depoimento. Principalmente pela justificação dada por Cunha a interlocutores: "Temer vai escapar do Supremo, a oposição está longe de obter os 342 votos para autorizar a investigação do Supremo".

Cunha sempre foi corrupto, mas realmente é bem informado. E para assustar o presidente, contou para um amigo dele: "Vou contar inicialmente 30 ou 40% da nossa intimidade de anos. Isso por enquanto". Não está mentindo. O que pode é recuar.

RENAN, SARNEY E JUCÁ ASSUSTADOS

Foram considerados não culpados das gravações feitas e reveladas pelo ex-senador e ex-presidente da Transpetro (indicado por Renan) Sergio Machado. Motivo: eles não sabiam que estavam sendo gravados, o que é verdade. Mas surgiram dois fatos alarmantes para o ex-presidente e os dois senadores.

1- As declarações dos 3 são contundentes, e irrefutáveis, e não deixam duvidas em relação á disposição de "obstruir a justiça". E até mais do que isso. 2- Receberam informações de que parlamentares (deputados e senadores), recorrerão ao Supremo, pedindo a anulação da absolvição. O Supremo tem jurisprudência:a gravação não precisa de autorização. Desde que seja verdadeira, é culposa. 

GRAÇA FOSTER REAPARECE

Depois de demitida pela grande amiga Dilma Houssef, ficou longe de tudo. Foi justamente absolvida, jamais me passou pela cabeça, que participasse, soubesse ou se aproveitasse da corrupção na Petrobras.

Mas não ha a menor duvida que foi displicente e imprudente. Dezenas de gerentes, diretores, políticos, se envolveram no maior escândalo coletivo, e ela, presidente da empresa não sabia de nada. Está depondo em defesa da senadora Gleisi Hoffman. As duas, nada a ver.

(Amanhã: a corrupção na Petrobras, começou em plena ditadura, quando o general Geisel era "presidente". Enriquecimento pra valer).

NÃO EXISTE MAIS A ANTIGA DIVIDA EXTERNA, AGORA È DIVIDA PUBLICA

Não explicaram á comunidade, fizeram a substituição de forma solerte, praticamente sem autorização, todo poder ao Executivo. Como as palavras estão explicando, antes os governos só podiam tomar empréstimos no exterior, havia controle. Com a mudança de denominação, cresceram brutalmente os juros, o país passou a ser financiado por dinheiro interno, que tem que ser pago no vencimento.

FHC foi o primeiro a arruinar a economia e a finança, elevou os juros para 40%, no que passou a ser chamado de Taxa Selic. Com ele no governo, acusei-o de praticar crime de lesa-pátria. Mas seus amigos empresários (principalmente banqueiros) ganharam fortunas.

Entregou o governo a Lula, com os juros em 25%, Lula para Dilma em 7%, esta não resistiu á pressão elevou a taxa Selic para 14%. Quando era divida externa, o total  era razoável, todos os países, até mesmo EUA e China, têm divida externa. Pela primeira vez a partir de FHC, empréstimo interno, no "Tesouro Direto", entra na carteira de investidores, com prioridade.

Agora a DIVIDA ultrapassou 3 TRILHÕES. Temer ficou 11 meses sem reduzir os juros. E eu o único a gritar contra a irresponsabilidade. Desde a Tribuna impressa. 


(Amanhã: a corrupção na Petrobras, começou em plena ditadura, quando o general Geisel era "presidente". Enriquecimento pra valer).

Nenhum comentário:

Postar um comentário