Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Eduardo Cunha continua em liberdade e presidente da Câmara.

01.12.15
HELIO FERNANDES

È uma vergonha, afronta ao cidadão – contribuinte - eleitor. Depois de todas as denuncias, acusações, escândalos e mais escândalos, a impressão geral é de que fonte secara, não surgiria mais nada. Durou pouco a ilusão, o passado e o presente de Cunha não autorizavam a presunção.

Ontem, segunda, Cunha mereceu duas manchetes, praticamente iguais. Globo: "MP investiga anotação que cita propina do BGT a Cunha". Folha: "Cunha teria recebido R$ 45 mi do banco BTG".

 Está obrigado a agradecer a condicional usada pelos jornais. Não precisava, a fonte é citada e confirmada: vem de documento apreendido pela Policia Federal na casa de um assessor do senador Delcídio Amaral. Que implica não apenas Eduardo Cunha.Urgente e importante: Cunha já deveria estar fora da presidência da Câmara que ocupa catastroficamente. O Procurador Geral da Republica já teria pedido o seu afastamento do cargo, o Supremo atenderia imediatamente.

O Supremo até aos domingos 

È ou foi decisão praticamente inédita. A prisão provisória do banqueiro do Pactual, terminava no domingo, o Ministro Teori Zavaskci saiu de casa, foi ao tribunal, prorrogou a prisão, sem data marcada. No caso, foi à segunda derrota seguida, do advogado mais caro do país.

Teori se fixou num documento no qual está escrito e garantido: André Esteves pagou 45 milhões a Cunha (e a outros parlamentares), por medida provisória que interessava ao banco. O Ministro se baseou nessa denuncia para prorrogar por tempo indeterminado a perda de liberdade de  Esteves, que sem perda de tempo,renunciou a todos  os cargos e posições no Pactual.Como  é o dono do banco,tem apenas sócios e não acionistas ,  fica parecendo jogo combinado entre eles.

E deve ser mesmo, por que entregaria uma fortuna e um Banco de Investimento, construído com todas as concessões, ilegalidades e irregularidades?  

Neymar

Uma semana antes dos 23 selecionados para a escolha do melhor jogador do ano, serem reduzidos a 3 finalistas, afirmou numa entrevista de repercussão mundial:" Estarei entre os 3, junto com Messi e Suarez". Acertou em cheio, a indicação de Suarez, excesso de solidariedade. Cristiano Ronaldo não está no melhor da carreira, mas merece, e Messi é o Messi.

È possível que Neymar não receba bola de ouro, aos 23 anos. No momento ninguém é melhor do que ele, mas até o terceiro lugar será excelente.   Dentro do critério da mais autentica razoabilidade ou credibilidade, ganhará o troféu. Mesmo que não agora.

China - EUA

Obama e Xi Jinping, presidentes das duas maiores potencias do mundo, tiveram conversa reservada de mais de uma hora, na França, na conferencia sobre o clima. Ao contrario do que acontecia com a União Soviética, cordialidade e entendimento. Isso é indispensável, apesar dos regimes políticos e econômicos divergentes, principalmente neste instante de terrorismo. A China teve 38 mortos num ataque do Estado Islâmico, apesar de só ter feito a comunicação, praticamente um mês depois.

Pedro Paulo, "agressor de mulheres"

Foi chamada assim pela professora Thais Martins, respondeu com um palavrão, e o gesto reconhecido como obsceno com os dedos da mão. Já havia sido vaiado quando começou a falar. É a terceira vez na presença de Eduardo Paes, seu patrono. A candidatura dele estava morta mas insepulta. Foi cremada ontem, em Madureira, num acontecimento importante.

1- O Estado de S.Paulo deu manchete igual ao Globo e Folha, só recebi o jornal mais tarde. Acólitos, apaniguados e associados de Cunha acham que ele ganha na Comissão de Ética e não haverá recurso para o plenário. Deve ter conversado com Aécio e Dilma, nenhuma surpresa.

2- Pode até acontecer, nunca na historia política e parlamentar do país, aconteceram fatos tão estarrecedores como os de agora. Mas se Eduardo Cunha for mantido como presidente da Câmara, tanto "esforço" para uma permanência inútil, O cargo não servirá para coisa alguma.

3- Mal comparando, Getúlio Vargas esteve no Poder 15 anos seguidos e nunca teve vice Presidente. Que era o segundo e não o terceiro na hierarquia presidencial.
.........................................................................................................................................
Nossos leitores podem fazer comentários e se comunicar com os colunistas, através do e-mail: blogheliofernandes@gmail.com
As respostas serão publicadas aqui no rodapé das matérias. (NR).



Nenhum comentário:

Postar um comentário