Titular: Helio Fernandes Editoria: Roberto Monteiro Pinho

domingo, 16 de junho de 2019


A PRIORIDADE CONTINUA SENDO
A PREVIDÊNCIA, MAS QUEM CHEGOU 
ÀS MANCHETES, FOI A POLITICALHA
DO IDEÓLOGO

HELIO FERNANDES

Levou 1 mês para derrubar o general convictamente democrata, que
resistia e não se entregava, Teve que enfrentar publicamente um
festival de palavrões, com o ideólogo utilizando seu enorme acervo.
Ganhou o apoio de Bolsonaro e família, derrubou o general.

O alvo: Santos Cruz, Secretario do Governo, trabalhando no Planalto.

Currículo exemplar, competente e combatente pela PAZ. Designado pela
ONU para chefiar a missão no Haiti, fez um trabalho tão bom, que na
primeira oportunidade foi indicado pela ONU, para a mesma função no
Congo. Novo sucesso.

No auge da controvérsia e da contradição, marcou sua posição e
Convicção com uma frase explicita e implícita: "A liberdade de imprensa
é à base da democracia".

Derrubado o general, o ideólogo se empenha em nova batalha campal para
indicar o embaixador nos EUA, onde mora. (O cargo está vago) .Para
registrar seu prestigio, dividiu a operação em duas partes.

1- Determinou a promoção a embaixador, (Ministro de Primeira), do
ministro de Segunda numero 43. ( Como se diz no Exercito, dará "carona"
em 42 colegas).

2- Tudo está sendo preparado para a indicação a embaixador nos EUA.

Vai levar algum tempo. Preparado pelo chanceler. Garantido pelo
capitão-presidente.

PS- Podem ficar assombrados o presidente Trump, (que tem que apoiar a
indicação) já sabe de tudo. São irresponsáveis, mas precavidos.

PS2- Nova vitoria insofismável do ideólogo.

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA
 
Já escrevi esse titulo varias vezes. Ha meses o STF trata do assunto.
E foi sempre adiando a decisão. Até que anteontem, chegaram a um
resultado: 8 a 3 pela criminalização. Criminalmente equiparado ao crime
de racismo, com a mesma condenação.
 
Imaginava, (e escrevi) que a decisão seria unânime.Felizmente, 2
ministros que não apoiaram a criminalização, percorreram um caminho
honroso.
 
Decidiram que a questão era da alçada do Legislativo e não do Judiciário. (STF).
 
O EXAGERADO PAULO GUEDES, E O PROJETO INSENSATO
 
“A Caixa enviou 3 bilhões para o governo. Durante o ano, enviaremos
mais 20 bilhões”. È para completar e complementar as PROMESSAS falsas
do projeto da Previdência:" Em 10 anos economizaremos 1 trilhão,
criaremos 8 milhões de empregos.
 
Quando os pais e a comunidade começarão a ser beneficiados?
 
Imediatamente, como todos esperam? Os resultados surgirão em 10 anos
ou perto disso?
 
A confusão é total, como dizia Machado de Assis. O presidente da
Comissão Especial e o relator, (que nem conhecem o famoso escritor)
embarcaram na confusão e acrescentaram a contradição. Entregaram o
projeto, sem os governadores e prefeitos.
 
Insensatos, depois de meses, agora querem a recolocação deles no
projeto. Sem governadores e prefeitos o fracasso da tramitação será
mais estrondoso. No ato e nas conseqüências.
 
Nos números, fizeram "uma conta de chegar vergonhosa". Num projeto
dificílimo, com a duração de 10 anos, estabeleceram a economia em 913
bilhões. Isso mesmo. No projeto, Guedes pelo menos fez uma projeção,
(que não será alcançada de jeito algum) com base inicial, mas aceitando
como final, de 1 trilhão.
 
Relator e presidente da Comissão, não querendo ficar muito longe de
Guedes, previram até a fração. Se tivessem colocado 900 bilhões
redondos, obteriam mais credito. Pelo menos simbólico.
 
PS- A "salvação nacional”, (como Guedes e Bolsonaro gostam de rotular) é
e será o fracasso anunciado.

O BISPO (?) MALAFAIA PRESSIONA BOLSONARO: 
QUER IR PARA O STF
 
“E o capitão imediatamente de forma indireta vem a publico:” O STF
precisa ter um ministro evangélico". Ele tem compromisso publico e
notório com Sergio Moro. Sem ele provavelmente quase certo, não seria
presidente. Agora, na tremenda embrulhada em que se meteu, Moro foi
defendido pelo capitão.
 
“Textual: ”O serviço que ele prestou não tem preço". Bolsonaro sabe o
que está dizendo, ninguém esperava que confessasse.
 
Nem que preterisse Moro, para beneficiar o "Bispo" ambicioso.
 
MEIA NOITE, DOMINGO PARA SEGUNDA
 
Bolsonaro e Guedes ficaram irritadíssimos com o relatório que chamam
de deformado. Conversaram muito entre eles e depois com Rodrigo Maia.
 
O capitão informou: “Vou utilizar toda a semana para conquistar 3
objetivos, fundamentais".
 
1- Reincluir governadores e prefeitos.
 
2- Colocar com destaque a CAPITALIZAÇÃO.
 
3-Permitir modificações sem recorrer obrigatoriamente á Constituição,
como está no projeto inicial.
 
Perde o 2 e o 3, pode ganhar o 1.
 
Guedes, arrogante e imprudente:" O Congresso recuou, pode derrotar a
Nova Previdência".
 
Maia foi taxativo: "Não entro nessa crise” (são fabricantes de crises).
Mas vai trabalhar para governadores e prefeitos.
 
CAPITALIZAÇÃO não é aprovada de jeito algum.
 
PS- Será uma semana de confronto aberto: Executivo e Legislativo.

CLOVIS ROSSI
 
Perda colossal. Repórter. Diretor de redação. Correspondente na
Argentina, mais tarde na Espanha. Comentarista internacional bem
informadíssimo. Leitura diária. Obrigatória. Intransferível.
 
O DESASTRADO E DESORIENTADO CAPITÃO
 
Uma semana inteira de derrotas no Congresso. E no plano individual,
destruiu a credibilidade até no que chamou de autocrítica. Começou com
mistificação. Textual: "Em quase 6 meses de governo, acho que NÃO
cometi NENHUM erro grave".
 
48 horas depois demitiu o Secretario do Governo, general Santos Cruz.
 
Sacrificou um personagem competente, democrata exemplar, para agradar
ao ideólogo de extrema direita. A semana avançou, demitiu outro
general que presidia os Correios. Não concordou com a privatização.
 
No sábado consumou a "demissão branca" do presidente do BNDES,
indicação direta do ex-poderoso Paulo Guedes. Declarou publicamente:"
O presidente do BNDES está com a cabeça a premio". Nem se incomodou
que com isso atingia o ministro da Economia.
 
PS-A ação desastrada do capitão atravessou até o calendário.
Ontem, domingo, acordou com a noticia de que, Joaquim Levy pedira
demissão. Voltou a dormir.
 
PS2- Na verdade, administrativa, politica, moral e socialmente,
raramente está acordado.
 
EM RAZÃO DO FERIADÃO A COLUNA NÃO VAI CIRCULAR
NOS DIAS 20 (QUINTA-FEIRA)  E 21 (SEXTA-FEIRA)

3 comentários:

  1. Gostaria muito que fosse reunido em um livro tudo que o Sr disse a respeito do canalha ex-presidente FHC, pois foi a partir de seus arquivos que passei a saber o mau carater de FHC. Onde encontrar tudo junto a respeito?

    ResponderExcluir
  2. Prezado Helio Fernandes...acompanho-te desde de 1981...e não há como negar seus textos e artigos ..são imbativeis ...Com relação ao Sr. Bolsonaro eu ainda fico a pensar como este Sr. recebeu tantos votos ..estou ainda pertubado.. HA..HA..HA.. Na minha opinião yem muita "força oculta" que manobrou para este Sr. chegara presidencia ..

    ResponderExcluir